quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Lei que restringe o cigarro em Caxias

Pessoal, sou fumante, quem lê o Blog sabe disso, já faz uma década que fumo, comecei com 16 anos num Show no Esporte Park, era uma Festa da Atlântida de dois dias, lá tudo começou, um rapaz me oferecendo cigarro e eu com vergonha de dizer não.

Depois daquela noite gostei de um cigarrinho, comecei a comprar, no inicio uma carteira durava uma semana, quando minha mãe descobriu, ela brigou comigo eu ignorei, disse que só fumaria fora de casa, mas logo depois fui morar sozinho e o "cigarrinho" me envolveu.

Hoje faz aproximadamente 10 anos que iniciei como fumante, e vejo que não é bom fumar, não tenho mais o mesmo fôlego dos meus tempos de 3º GAAAe, acho que não consigo correr duas quadras sem ficar com a língua de fora.

Sabem cigarro é bom, parece estranho para os que não fumam, mas o prazer é enorme, claro que hoje não sinto o mesmo prazer em fumar, sinto este prazer quando fico algum tempinho sem fumar, hoje fumo mais de uma carteira por dia, ou seja, gasto aproximadamente R$ 150,00 por mês.

Segunda-feira comecei minha primeira tentativa séria de parar de fumar em 10 anos, estou tomando um remédio ai, ele me deixa meio dopadão, é estranha a sensação, mas segundo a bula ele é natural, sinto que a vontade diminui, mas ela não passa.

Se vou conseguir parar não sei, mas estou tentando, apesar que notei que meu vicio é mais psicológico, ou seja, nem me dá vontade e penso: vou fumar. Parece que é para passar o tempo, é estranho, tenho que mudar mina rotina, o pior é que antes de fumar eu odiava o cheiro.

Mas estou aqui para falar sobre a Lei que será votada hoje para restringir o fumo em locais fechados de uso coletivo, eu nunca fumei em restaurantes ou locais fechados onde tem pessoas que não fumam, mas o pessoal que vai em festas se ferraram.

É estranho este negócio, pois sou fumante, não fumo em locais fechados, mas sou contra a Lei, por exemplo, algumas empresas que trabalhei são proibidas fumar dentro da fábrica, mas tinha fumódromo, qual o problema de eu ir ao local para fumantes ?? Depois do almoço ia correndo pro fumódromo, qual o problema nisso ??

As empresas com esta Lei vão colocar os fumódromos fora dos portões, fico pensando, é uma m... isso, pois quando a vontade de fumar bate os fumantes não se concentram em mais nada, só pensam no maldito cigarro e depois que fumam aparecem as melhores idéias.

Quem lê vai pensar: eu não contrataria uma pessoa que só pensa no cigarro, se engana, pois no mercado onde atua sou muito bem cotado e conheço excelentes profissionais que são fumantes e são os melhores que existem em suas áreas, portanto não pensem bobagens.

Sei que é meio contraditório este Post, pois é uma mistura de Cidadão com Fumante, por isso acho que estou sendo controverso, mas tenho pena dos fumantes, pois estamos sendo considerados cidadãos de segunda categoria pela sociedade, na verdade estou incluído com este pessoal.

Por que não inventam um cigarro inodoro ?? Por que não inventam um cigarro sem nicotina e sem os diversos ingredientes que fazem mal para a saúde ?? Por que não fazem um cigarro para alimentar meu vicio psicológico e não físico de fumar ??

A lei vai ser aprovada certamente pelos Vereadores, isso eu não tenho duvidas, mas por que eles não fazem algo mais efetivo para a Sociedade, ajudem os usuários de Crack, combatam a criminalidade, melhorem a educação, contratem mais professores, aumentem o salário de Professores, Médicos e Policiais.

Não sei, este Post esta estranho, acho que é por que estou com vontade de fumar, mas se a vontade dos Vereadores é a vontade do povo, que assim seja, viva a lei que proíbe os crivos, a Lei que exclui socialmente pessoas de boa índole devido ao vicio induzido pelos Governos passados para arrecadar impostos.

Preocupo-me com os trabalhadores das fábricas que só poderão fumar nos intervalos, pois nas festas e restaurantes o cara vai lá fora e fuma, já nas empresas e aeroportos tem que ficar com vontade, e esta vontade é terrível, me dá um frio na barriga só de pensar em ficar sem fumar, por isso vou fumar um "cigarrinho" agora, abraços.

2 comentários:

  1. Bueno

    Lá vai minha opinião e meus comentarios:

    Em primeiro lugar, sou fumante, fumo desde sempre, como fui criado no interior do interior de Caxias do Sul (a eletricidade só chegou lá na Zona Rama em Vila Oliva em 1996) meu primeiro cigarro foi obviamente um palheiro, porem não era um palheiro normal como aqueles que meu falecido avô fumava, era só palha enrrolada, depois passou a contar com cabelo de milho e por ultimo com fumo de corda, já adolescente na cidade fui para o Free, e desde os 20 poucos to no Marlboro vermelho, porem ao contrario do João, não sou tão desesperado, uma carteira dura uns 4 dias (durante a semana, pq nos churrascos vai uma por noite, sabem como é, Polar chama um pito)

    Cabe salientar que meu filho de 6 anos nunca me vio fumando, nunca me vio com um cigarro na mão, sabem como é, filho vê filho faz...

    Ao contrario do amigo João, eu ate tenho folego, eu não associaria a falta de folego somente ao cigarro... Você pratica algum esporte regularmente João? Se exercita regularmente? Ou só o futebolzinho de sabado, ou nem isso??? O sedentarismo aliado a idade é o maior fator de falta de folego. Eu logicamente não tenho o mesmo folego que tinha em 98 quando estava no GAAAe, porem eu pratico praticamente todo final de semana escalada e rapel, e o folego nunca me faltou, faço marchas de um dia inteiro montanha acima com trechos de rapel sempre muito bem. Por este fato digo que o cigarro não é o unico culpado pela falta de folego e sim o sedentarismo.

    Quanto ao X da questão deste post.
    Mesmo fumante a mais de 15 anos, eu concordo plenamente com essa lei, eu não suporto estar em um local fechado com gente fumando... Eu quando quero fumar procuro me afastar ao maximo de quem esta proximo, mesmo que seja um fumante que no momento não esteja fumando...

    Para as crianças vai ser espetacular. Olhem só, no inicio dos anos 90 quando comecei a fumar todo mundo fumava, todos da escola, todos os amigos, todos os colegas... Hoje a piazada que tem a idade que eu tinha nos anos 90 não fumam, somente um ou outro louco. Hoje é feio fumar, não é legal, no meu tempo era legal, era cool...

    Quanto mais coibirem melhor vai ser para nossas crianças...
    Os trabalhadores que se adaptem, que fumem em casa...

    abs

    ResponderExcluir
  2. Salve, John!
    Bah, cara, sinto muito, mas eu só vejo benefícios nesta Lei, especialmente com os dois "substitutivos" (acho que é isso) qwue foram adicionados.
    Aliás, na verdade eu acho uma vergonha precisar de uma Lei assim, mas ela acabou necessário devido à falta de bom senso de uma MINORIA dentre os fumantes - sim, felizmente, a MINORIA dos fumantes é desleixada em relação aos demais, a meu ver. Só que não adianta.

    Sou a favor, sim, mas desde que TODOS estabelecimentos possam ter seus tais 'fumódromos' dentro, e não precisem instalar lá fora, como tu lembrou, seja em caso de empresas, boates, restaurantes, etc. e tal.

    Eu sempre achei uma verdadeira M*. chegar a lugares que tinham "área para não fumantes" e ter de esperar na fila, porque estava cheia, enquanto o restante do local - normalmente a área livre sempre foi maior - tinha vagas.

    Tanto que eu frequento muito pouco as casas noturnas especialmente porque não dá mais para aguentar o budúm. Deixo de sair com amigos ou com as mocinhas para evitar, a todo custo, o tal fumo passivo - muito pior. E, PORRA!, ter de lavar a roupa duas ou três vezes só pra tirar a catinga da fumaça é bucha!

    Toda generalização é injusta, sempre, mas eu arriscaria a colocar assim: se é para "prejudicar" ou acabar desagradando alguém, então que, neste caso, seja aos fumantes, pois eles é que acabam seguindo algo nocivo.

    ----------

    Bem, em relação ao eu caso, comecei DESDE JÁ a torcer por ti. Só que, na boa, eu acho que essas porcarias de remédios, estimulantes, adesivos ou balas disso ou daquilo não ajudam porcaria alguma. Não, nunca fui fumante, por isso talvez seja mais fácil para eu falar, mas há anos acredito que a verdadeira cura está na prática de exercícios e na descoberta de alguma alimentação diferente, dos quaios já é popular e cientificamente comprovado que advêm substâncias que inibem e compensam a ação da nicotina no corpo - e não esotu falando do cafézinho hehehehe.

    Mete força aí e melhora o capricho na vontade. Eu costumo (costumava) arrancar o cigarro das mãos de amigas e amigos, mas larguei a causa porque só servia para me chamarem, pelas costas, de grosseiro, egoísta e mal-educado hehehe. Mas, AH!, se eu tivesse sido mais persistente...

    :-D

    J.Cataclism

    ResponderExcluir