segunda-feira, 4 de abril de 2011

Empresário caxiense desaparecido

O empresário caxiense Adriano Batassini estava sumido desde o dia 29 de março, ele admitiu que foi passear em Foz do Iguaçu e depois foi para Curitiba, retornando para Caxias do Sul na sexta-feira, chegando à cidade no sábado dia 2 de abril, por volta das 8 horas, mas fica um mistério, o que ele realmente foi fazer em Foz do Iguaçu ??
A história é muito estranha, ele alegou problemas pessoas e precisava descansar um pouco, muitos e-mails rolaram durante a semana passada, recebi alguns e-mails sobre o caso, um dizia que ele estava com muitas dividas, outro que era golpe de seguro e outro disse que saiu com a amante.
A verdadeira história somente a família sabe, mas é estranho, pois sua esposa disse que eles se davam muito bem e não brigavam, além do rapaz nunca ter ido para nenhum lugar sem avisar, mas como de repente alguém simplesmente vai para outro Estado sem ter nenhum histórico se sumiço, nem que seja para um jantar com amigos ??
Tem algo muito estranho, quem liga para Policia por que o marido não chegou para o almoço ?? É só um questionamento, mas eu achei muito estranho, outra coisa estranha é simplesmente a esposa ter ido buscar o “sumido” na Rodoviária, depois de fazê-la passar vergonha na cidade inteira, se fosse a minha com certeza eu teria que sumir novamente.
A Policia Civil deixou quatro Investigadores full time no caso, por que esse caso era mais importante que os outros ?? Como a Policia faz esse questionamento de qual caso deve ser prioridade ?? Se os Investigadores sabiam no meio da semana que ele sumiu por conta própria, por que não diminuiu o numero de pessoas ligadas neste caso e priorizasse outro ??
A mídia foi a grande responsável pelo caso, com certeza a prioridade da Policia Civil depende da popularidade do caso, neste caso o “sumido” apareceu semana inteira na RBS TV e Pioneiro, portanto era a prioridade, era o caso de um Investigador e um Delegado “aparecer” na telinha da Globo.
A Policia Civil quer que o empresário pague todos os custos com a investigação, mas ninguém tem o direito de ir passear mesmo não avisando os familiares?? Todo brasileiro não tem o direito de ir e vir ?? Por que processar se quem queria visibilidade eram os Investigadores ?? E as Rodoviárias não têm que solicitar algum documento e preencher um cadastro quando o Roteiro é Interestadual ??

2 comentários:

  1. João
    Concordo com vc que tem algo de muito estranho por ai, apenas alguns esclarecimentos...

    - A dedicação da policia deve-se ao fato de que as primeiras 48 horas são fundamentais nas investigações de desaparecimento.
    - As empresas de ônibus mantem sim registro de CPF para viagens interestaduais, antes de embarcar vc da o documento. Normalmente o RG. Deve ter sido por esse caminho que a policia descobriu que ele estava por conta própria.

    E por fim, essa atenção toda mesmo sabendo que era nó ceguisse, provavelmente foi puro marketing. Tipo policia dedicada...

    Agora, como eu queria saber o que houve...

    ResponderExcluir
  2. Ah, então o famoso "Bob" reapareceu? Bem, que ótima notícia saber que, na verdade e como sugeria a polícia, não houve nenhum sequestro ou coisa do tipo, sem violência. Ou seja, aparentemente, do ponto de vista fofoqueiro, mais uma piada em família que se esclareceu.
    O pior é que, se não me engano no terceiro ou quarto dias após sumiço, tinha leitos escrevendo lá no site do Pioneiro que tava faltando vontade ou investigação mais firme por parte da polícia.

    Agora, gostei do que o John falou: se fosse minha esposa, eu teria de sumir novamente. Hhuehueheu Bons tempos quando um bom rolo de massa botava tudo nos eixos! Tem gente que comenta "mas o cara não viu nos noticiários que estavam à sua procura?!". Bem, vai saber... se ele foi para desnublar as ideias, pode ser que tenha se desligado de tudo, mesmo, sem eira nem beira.

    Enfim, ao público, joguemos pão e ofereçamos vinho...

    J.Cataclism

    ResponderExcluir