quarta-feira, 13 de abril de 2011

Preço de gasolina aumenta em Caxias do Sul

A gasolina em Caxias do Sul esta mais cara, ontem fui abastecer e achei que ia pagar mais, paguei R$ 2,899 o litro, passei em Postos no retorno de minha residência que o valor estava R$ 2,949, o valor esta um absurdo, como pode sermos auto-suficientes em Petróleo e pagarmos um valor altíssimo nas bombas dos Postos de Combustíveis ??
Conversando com a Frentista, ela disse que semana que vem vai aumentar de novo, o valor vai ser aproximadamente uns R$ 3,04 por litro, isso é um absurdo, semana passada gastei R$ 142,00 para abastecer, ontem R$ 144,50 e semana que vem vai para R$ 152,00, assim não tem bolso que agüente, semana passada paguei R$ 1,849 o litro.
Gosto de abastecer no Posto Ditrento de Lourdes, pelo fato da inclusão social que o mesmo promove e mesmo assim consegue preços competitivos, muitas vezes menores que a concorrência, nos Postos localizados na BR-116 não é possível abastecer, os preços são muito superiores aos que se encontram em áreas centrais.
O cartel formado pelos Postos caxienses é de envergonhar a livre concorrência do mercado, quem não participar esta fora do negócio, não sobrevive muito tempo, mas os proprietários insistem que isso não existe e que é paranóia da população e do Ministério Público, mas infelizmente não posso ir para outra cidade abastecer, então vou num que dê Assistência Social, uma limpadinha no livre e ainda o Frentista enche meus pneus enquanto abastece.
O alto preço dos combustíveis, aliados aos aumentos exorbitantes em conjunto com a falta de informações concretas do setor, me faz pensar que somos roubados a cada gota de gasolina que entra em nosso veículo, agora vai ser criado mais uma Taxa, essa é para pessoas que tem veículo movido somente por gasolina, esse vai pagar mais que o cara que comprou carro Flex, isso é um absurdo.
Hoje não vale a pena abastecer com álcool, não vale a pena abastecer com gás e mesmo assim o Governo vai nos obrigar a comprar carros Flex, esse é o Brasil, o país das maracutaias políticas mais absurdas do Sistema Solar, num livro maior que a Bíblia não é possível contar tantas roubalheiras do Governo sobre os brasileiros.

4 comentários:

  1. É isso aí. Em Caxias TEM CARTEL, SIM!, e há mais de década. Some-se a isso o fato do governo insistir nessa besteira de autosuficiência, quando, na verdade, é autosuficiência apenas na extração, já que o investimento em beneficiamento e refino é muito, MUITO baixo. Aí, nuncahá gasolina suficiente para atender à demanda interna, e precisa-se importar, normalmente dos mesmos países que compram petróleo brasileiro, refinam e ganham troco revendendo-o devolta, em formato de gasolina, vaselina, lubrificantes, etc.

    E o Etanol, para variar, continua seguindo a famosa linha temerária e, como se diz, parece put@ veia: um dia faz bom humor, n´outro já tá de beiço.

    Eta, país gigante que não consegue nem amarrar os próprios cadarços...

    J.Cataclism

    Nota: a falta de autosuficiência no beneficiamento não atinge apenas o petróleo: atinge TODOS os bens de produção brasileiros: desde agricultura até siderurgia, como alguns palestrantes vêm alertando no atual forum de engenharia que ocorre na Ucs, na presente semana.

    ResponderExcluir
  2. Em veranopolis faz tempo que está R$ 3,00 ao litro...

    Marcio R. Vargas

    ResponderExcluir
  3. O Sindipetro Serra Gaúcha é uma entidade que representa 49 municípios da região Nordeste do Rio Grande do Sul e congrega cerca de 170 postos de combustíveis associados. Recebemos a informação sobre a iniciativa de um protesto contra os recentes aumentos dos combustíveis, uma ação democrática e elogiável. Porém, entendemos que o alvo inicialmente proposto não é o mais correto. Isso porque os reajustes, que explicaremos a seguir, não têm como origem os postos revendedores. Antes de qualquer coisa, queremos dizer que somos contrários aos recentes e constantes aumentos e que gostaríamos de nos unir ao protesto, direcionando-o ao verdadeiro alvo e para termos uma melhor dimensão e eficácia. No nosso entendimento temos de tentar sensibilizar o governo federal a adotar medidas para frear a atual situação.
    Vale destacar que consumidores realizaram ações semelhantes às propostas por vocês, mas não obtiveram resultado efetivo que seria o de redução nos preços dos combustíveis. O que ocorreu foi um prejuízo aos postos, o último elo da cadeia produtiva, que apenas repassa os reajustes.

    Origem dos aumentos
    As majorações nos preços dos combustíveis começaram em decorrência do direcionamento da produção de cana-de-açúcar pelos usineiros para a fabricação de açúcar – que está com preços bem superiores aos do etanol e do álcool anidro, que é misturado à gasolina em 25%. Isso ocasionou uma escassez do produto, elevando os valores em efeito cascata (desde as usinas, passando pelas refinarias, distribuidoras e postos).
    Para quem tem acompanhado o noticiário sobre ao assunto, sabe que esse é um problema que ocorre em todo Brasil.

    --
    André Paulo Costamilan – MTb 9658
    Assessoria de Comunicação
    (54) 9919.3042

    ResponderExcluir
  4. Sr. Andre
    Obrigado por proporcionar este retorno e também o ponto de vista dos postos de gasolina a nós, leitores deste Blog.

    João
    Ótima repercussão eim? Parabéns.

    ResponderExcluir