terça-feira, 29 de março de 2011

Médico do SUS cobra consulta

Uma pessoa que conheço pouco estava comentando com minha esposa que sua irmã estava grávida, ela mora numa cidade do interior, após uma semana da data prevista para ganhar a criança ela foi ao Médico na cidadezinha e o mesmo disse que ela ia ter que fazer uma cesariana, mas esse procedimento teria um custo de R$ 5.000,00.
O Prefeito é o Anestesista da cidade e atende pelo SUS foi o responsável pela cobrança, como essa mãe não tinha dinheiro, não poderia fazer a cesária, o Posto da cidade teve o “bom senso” de emprestar a Ambulância e levá-la para Porto Alegre, lá fez o parto, nasceu uma bela criança, apesar dos nove dias de atraso, ainda bem que nasceu saudável.
O que me espantou foi o fato dessa moça que mal conheço ter dito o seguinte: - Nossa, nem cobraram nada da minha irma no Hospital de Porto Alegre. Tchê, uma pessoa que fala uma coisa dessas dá a entender que é normal a cobrança por qualquer procedimento hospitalar nessa cidadezinha do interior, não vou divulgar o nome da cidade, pois nesses locais a perseguição existe e o Blog não quer prejudicar ninguém.
No Brasil acontecem coisas absurdas, mas a cobrança por procedimento hospitalares que o SUS oferece para a população é o cumulo do ridículo, ainda mais sendo o Prefeito, que deveria nesses casos zelar pelo povo que governa, mas na verdade só pensa no povo em época de eleições, quando o Brasil vai mudar ??

3 comentários:

  1. Mas que prefeito de m*, hein?! Justamente a criatura que, como disseste, deveria ZELAR e, também, fiscalizar para que essas coisas não acontecessem, vai lá e faz uma falcatrua dessa? P* m*! >:-(

    Era de ir com essas microcâmeras muito bem disfarçadas de botão de camiseta e gravar o pilantra. Safado! Provavelmente, o único anestesista num raio de 50Km.

    Há algumas cidadezinhas onde a "política" parece estar melhorando. Eu tenho gostado do que venho presenciando e do que alguns conhecidos falam em Nova Roma, por exemplo. Era direto ocorrer esse tipo de falcatrua, pelo que contam, mas aí tinha muita intriga e briga puramente política, injustificável. Hoje é comum ver o próprio prefeito ir acompanhar ou fiscalizar cada obra. Não é lambeção de saco, mas fiquei contente ao ver o prefeito em questão, em plenos finais de semana, aparecer, por exemplo, para acompanhar a escavação de um poço artesiano, depois a instalação elétrica, depois da caixa d´água e do término da instalação hidráulica, com os reparos na estrada. Cidade pequena não pode manter muitos fiscais (nem Caxias mantém!), mas é importante essa corujada por parte de quem é pago para isso.

    J.Cataclism

    Nota: em relação ao zelo e cuidado, tem uma matéria bem legal sobre o fator presença no seguinte link:
    => http://papodeobra.blogspot.com/2011/03/vida-real-x-o-circo-corporativo-o-va.html

    ResponderExcluir
  2. A propósito, hoje mesmo saiu uma pequena matéria sobre a Dilma e suas declarações a respeito do SUS:

    => http://br.noticias.yahoo.com/dilma-minimiza-cr%C3%ADticas-feitas-ao-sus-20110329-044500-549.html

    J.Cataclism

    ResponderExcluir
  3. Veranopolis tem 22.000 habitantes, o prefeito é cardiologista e atende no hospital.

    A saude aqui é otima, o SUS funciona. Os medicos sabem o nome das pessoas, sabem seus problemas, conhecem suas familias...

    Que baita cidade escolhi para morar...

    ResponderExcluir